sexta-feira, 13 de outubro de 2017

ASSALTO NA MODALIDADE “VAPOR”, AO BANPARÁ DE MEDICILÂNDIA, DEIXA A CIDADE EM PÂNICO


No final da manhã de hoje, 13 de outubro, um grupo de pelo menos oito homens fortemente armados invadiram a agência do Banpará no município de Medicilândia, no sudoeste do estado, e com grande violência iniciaram um assalto.

Segundo informações da Polícia Civil, eram por volta de 12h, quando um grupo fortemente armado com três veículos chegou ao município de Medicilândia efetuando disparos em direção à agência do Banpará.


Eram de oito a dez homens que, após invadirem a Agência e saquearem os valores ali contidos, deixaram o local levando, ao todo, dezesseis reféns entre funcionários e clientes, incluindo a Gerente da Agência, que nos relatou os momentos de terror vividos por ela e pelas outras vítimas. Para impedir que a polícia atirasse, os criminosos colocaram algumas das vítimas sobre o capô dos carros, sendo duas delas colegas, funcionários do Banpará, e seguiram em direção à saída da cidade, onde os reféns foram abandonados.


As Polícias Civil e Militar do município, com apoio da PM de Altamira e da Superintendência da Polícia Civil de Altamira, iniciaram as buscas a fim de capturar os assaltantes. O helicóptero do Grupamento Aéreo e policiais militares da Companhia de Operações Especiais (COE) está dando apoio às buscas.


Segundo uma fonte que trabalha na agência, durante o assalto, dois reféns se feriram, um vigilante foi atingido por uma bala que ricocheteou, e um cliente foi atingido por estilhaços de vidro.

Ainda não se sabe o valor roubado. Tivemos a informação de que equipes da GESPA (Gerente de Segurança Pessoal e Patrimonial do Banpará) estão a caminho de Medicilândia para prestar atendimento aos funcionários vítimas do assalto.


Uma equipe da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos de Belém está se deslocando para o município para assumir as investigações. Segundo a última atualização que tivemos, as buscas estão sendo realizadas em um ramal na zona rural de Medicilândia.

Unidades do Banpará são Alvos de Quadrilhas
        
Com esse assalto na Ag. Medicilândia, já são três unidades do Banpará que, em menos de um mês sofreram investidas de quadrilhas de assaltantes. No dia 30 de setembro, houve uma tentativa de arrombamento do caixa eletrônico da Seduc, na qual os bandidos agrediram o vigilante. Na madrugada do dia 5 de outubro, um grupo de meliantes explodiu os caixas eletrônicos tanto do Banpará quanto da agência do Banco da Amazônia – Basa, em Eldorado de Carajás.

Em matéria publicada na semana passada, a AFBEPA já havia chamado atenção para necessidade de redobrar a segurança e os cuidados nas unidades dos Bancos, tendo em vista que nesse período de final de ano as quadrilhas estão ainda mais ávidas por dinheiro e por isso os estabelecimentos bancários se tornam os alvos preferidos.

Não se apaga das memórias das vítimas todo o terror e sofrimento que passam em uma ação dessa natureza, é preciso que o Banco preste todos os cuidados necessários para seus funcionários, e que além de tomar medidas remediadoras, tome medidas preventivas para evitar que a vida dos trabalhadores seja ameaçada desse modo.

Investir em Segurança é Fundamental! A AFBEPA espera que o Banco realmente invista e redobre os cuidados com a segurança. Precisamos de Proteção à Vida dos funcionários e clientes do Banco. Essa intranquilidade provocada pela insegurança não pode continuar!

MAIS SEGURANÇA JÁ!

UNIDOS SOMOS FORTES!

A DIREÇÃO DA AFBEPA

Texto: Gleici Correa

Imagens: Via/Whatsapp

Assessoria de Imprensa

SENHOR, RECEBA NOSSA QUERIDA MARIINHA EM SEU REINO


É com profundo pesar que recebemos a notícia do falecimento da colega Maria das Dores Diniz, carinhosamente conhecida como Mariinha, que partiu para o lado de Deus ontem, 12 de outubro.

Mariinha tinha 71 anos e já era aposentada. Foi admitida no Banpará em 1966, onde trabalhou até 1995, e com seu trabalho muito contribuiu para o Banco alcançar seus objetivos e cumprir sua missão para com a sociedade.

Uma pessoa cheia de luz, sempre muito amável e carinhosa com todos, sendo muito querida por quem a conhecia e sua companhia fará muita falta.

Aos seus familiares, amigos e colegas, nosso profundo sentimento de solidariedade nesta hora de dor e a certeza de que Deus, nosso Pai, irá recebê-la em sua glória e amparar os corações doloridos dos que vão sentir muitas saudades sua.

A DIREÇÃO DA AFBEPA

AS PESSOAS MARAVILHOSAS SÃO IMORTAIS


É com muito pesar que recebemos a triste notícia do falecimento de João Carmo de Freitas, amado irmão de nosso colega Joaquim Carmo. Rezamos para que Deus o receba em sua glória e conforte o coração de seus familiares e amigos.

João partiu, no dia 11 de outubro, de forma precoce e inesperada com apenas 33 anos, vítima de uma fatalidade, deixando sua esposa e seu filho de 2 anos.

As pessoas que amamos são insubstituíveis, por isso é tão difícil entender o porquê de um ente amado ter que partir. A dor que sentimos é imensurável. Nestas horas não há nenhuma palavra que possa ser dita que seja capaz de confortar os nossos corações.

Mas saibam que os nossos pensamentos estão com todos vocês e da mesma forma que nossa total disponibilidade. Tenham muita força! Quem partiu foi muito amado e para sempre será lembrado por quem fica e por ele sentirá eternas saudades.

Não temos palavras para expressar os nossos sentimentos. Pedimos a Deus que acolha João em seu reino e conforte o coração de nosso colega Joaquim, nosso diretor da AFBEPA, dos familiares e amigos neste momento de dor.

Levemos viva conosco a lembrança de quem perdemos, lembremos com amor e carinho sempre, mas honremos a sua memória vivendo a nossa vida em paz e com alegria. Nós da AFBEPA deixamos nossos mais sinceros pêsames e que Deus ilumine todos os familiares e amigos do querido João!

A DIREÇÃO DA AFBEPA

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

JORNAL “AÇÃO E CORAGEM” JÁ ESTÁ SENDO DISTRIBUÍDO NAS UNIDADES DO BANPARÁ

O "JORNAL AÇÃO E CORAGEM - ESPECIAL JURÍDICO", da Associação dos Funcionários do Banpará - AFBEPA, edição 11, de outubro de 2017, já está sendo distribuído nas unidades bancárias pela presidenta Kátia Furtado e pelo funcionário da Associação, Márcio Dias.

Nesta edição, o informativo divulga um panorama geral das Ações Coletivas demandadas na Justiça do Trabalho; assim como trata de assuntos muito relevantes para a classe bancária, como as mudanças na CLT com a Reforma Trabalhista, entre outros temas importantes. A pedido da AFBEPA, o Escritório Tuma e Torres Advogados Associados concedeu algumas orientações e posicionamentos a respeito da Reforma Trabalhista.

A Assessoria Jurídica do escritório Valéria Fidellis & Associados falou sobre seu trabalho, com ações individuais para os bancários do BANPARÁ garantirem seus direitos, como, por exemplo, as incorporações de suas funções e o pagamento pelas horas extras trabalhadas.

Nesta edição, apresentamos mais uma vitória para um colega que, após um PAD, teve uma punição injusta aplicada. O responsável por sua defesa foi o Escritório Penner Advocacia.

Juntos, já conquistamos muitas vitórias em nossas Ações e muitas ainda estão por vir. Seguiremos firmes em nosso objetivo de defender e apoiar a o funcionalismo bancário do Banpará hoje e sempre.

Leia abaixo a versão online do JORNAL AÇÃO E CORAGEM:

UNIDOS SOMOS FORTES!

A DIREÇÃO DA AFBEPA

Texto e Fotos: Gleici Correa

Assessoria de Imprensa

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

A AFBEPA DESEJA A TODOS UM CÍRIO DE LUZ, ALEGRIA, COMUNHÃO, AMOR E MUITA FÉ


Belém está em festa, pois chegou o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, a maior Festa Religiosa do mundo e a nossa Maior demonstração de Amor a nossa Mãe, Maria. É uma época de muita emoção, quando cresce em nossos corações a fé. É hora de agradecer por todas as graças alcançadas e cultivar o amor, a fraternidade, a comunhão, a paz, a felicidade, a fé e a esperança.

No Pará o mês de outubro é marcado pela maior manifestação de fé do mundo, o Círio de Nazaré traz milhares de fiéis dos quatros cantos do mundo para acompanhar a imensa procissão que reúne mais de 2 milhões de fiéis todos os anos. São feitas diversas homenagens para Nossa Senhora de Nazaré, a mãe de Jesus.

A história conta que o Círio teve início em 1700 quando o caboclo Plácido José de Souza encontrou uma pequena imagem da Senhora de Nazaré às margens do Igarapé Murutucú. Após o encontro do objeto, Plácido teria levado a imagem da santa para a sua casa e, no dia seguinte, ela já não estava mais lá. Em seguida o caboclo retornou ao local e para sua surpresa a imagem havia voltado para o mesmo lugar. O fato se repetiu inúmeras vezes e a notícia se espalhou rapidamente e a Santinha foi levada para o Palácio do Governo. Hoje tradicionalmente, a imagem é levada da Catedral Metropolitana até a Basílica de Nazaré.

Em setembro de 2004 o Círio de Belém foi registrado, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial. Além do grande ato realizado no domingo, o Círio de Nazaré também participa de outras manifestações de devoção, como a romaria fluvial, moto romaria, ciclo romaria, trasladação, círio das crianças e diversas outras peregrinações e romarias que ocorrem na quadra Nazarena.

O Círio é considerado o natal da família paraense, celebrado com muita fé e emoção. Tempo abençoado, de encontros e reencontros com familiares e amigos, quando juntos vivenciarmos uma experiência de fé profunda, que contagia a todos.
A AFBEPA deseja a todos os bancários e bancárias do Banpará, a todos os seus familiares um Círio de luz, alegria, comunhão, amor e fé.

Que Nossa Senhora de Nazaré abençoe e ilumine o nosso lar, familiares e amigos, e que o domingo seja repleto de amor, luz, fraternidade, comunhão, paz, felicidade, saúde, fé e esperança e que nos abençoe hoje e sempre!

QUE O AMOR SEJA A LUZ DA HUMANIDADE!


Feliz Círio!

MARIA DE NAZARÉ

Maria de Nazaré
Maria me cativou
Fez mais forte a minha fé
E por filho me adotou.

Às vezes eu paro e fico a pensar
E sem perceber me vejo a rezar
E meu coração se põe a cantar
Pra virgem de Nazaré.

Menina que Deus amou e escolheu
Pra Mãe de Jesus, o filho de Deus
Maria que o povo inteiro elegeu
Senhora e Mãe do céu
Ave, Maria, Ave, Maria...

UNIDOS SOMOS FORTES!

A DIREÇÃO DA AFBEPA

Texto: Gleici Correa

Assessoria de Imprensa

UNIDADES DO BANPARÁ SÃO ALVOS DE QUADRILHAS


Em menos de uma semana, duas unidades do Banpará foram alvos de quadrilhas. Primeiro, houve uma tentativa de arrombamento do caixa eletrônico da Seduc na madrugada do dia 30 de setembro, em que os bandidos agrediram o vigilante. A segunda situação ocorreu na agência de Eldorado de Carajás, na madrugada do dia 5 de outubro, quando uma quadrilha explodiu os caixas eletrônicos tanto do Banpará quanto da agência do Banco da Amazônia – Basa.










 

Durante a ação em Eldorado dos Carajás, os assaltantes bloquearam a saída da cidade. Ao chegar à agência, renderam o vigilante e realizaram a ação com êxito. Nas duas situações, as quadrilhas levaram as armas e os coletes usados pelos vigilantes.

 








A AFBEPA entende que é necessário redobrar a segurança e os cuidados nas unidades dos Bancos, principalmente nesse período em que as quadrilhas estão ávidas por dinheiro fácil e essas investidas criminosas contra os estabelecimentos financeiros se tornam ainda mais frequentes.

Felizmente não houve uma grande lesão à vida dos vigilantes, mas, esses fatos, já servem como demonstração de como o fim de ano está iniciando, portanto, investir na prevenção é a melhor solução. Que os Bancos redobrem os cuidados com a segurança dos seus empregados, pois a vida dos seus trabalhadores é o Bem maior dessas instituições.

UNIDOS SOMOS FORTES!

A DIREÇÃO DA AFBEPA

Texto: Gleici Correa

Assessoria de Imprensa

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

EM UMA NOITE DE MUITA EMOÇÃO AFBEPA RECEBE AS BÊNÇÃOS DA VIRGEM DE NAZARÉ


A AFBEPA compartilha a honra e a alegria de receber a visita e as bênçãos de Nossa Senhora de Nazaré. Este rico momento de espiritualidade aconteceu na noite de ontem, 28 de setembro, na sede da Associação, onde estiveram presentes membros da Direção, funcionários e colegas da AFBEPA. A novena foi dirigida pela colega Vera Sampaio.


Foi uma visita cheia de muita emoção onde pudemos estar ao lado de nossos irmãos e irmãs para adorar e renovar a nossa fé. Cada um de nós pôde sentir a doçura, a ternura e a paz imensa que transborda do Amor de Nossa Mãe, Nossa Senhora de Nazaré.



Em oração, agradecemos por todas as graças que nos foram concedidas. Também houve o momento para pedirmos proteção não só para nós, mas para todos os nossos irmãos e irmãs em Cristo, pedindo que o Amor, a Solidariedade, a Amizade, a Esperança e a Paz sejam renovadas em todo o mundo.

Sabemos que o mês de outubro é muito especial para nós paraenses, por isso AFBEPA deseja que o Amor Devoto de Nossa Senhora Maria de Nazaré, Mãe do nosso Amado Jesus Cristo, peregrine por nossos corações durante os próximos dias e para sempre, nos enchendo com sua luz e sua misericórdia.


Que Nossa Senhora de Nazaré interceda por todos nós. Amém!


Nossa Senhora da Berlinda

Porque eu tenho esperança e muita fé
Porque eu quero ter amor bem mais ainda
Porque te amo, Senhora de Nazaré
Quero puxar a corda da tua berlinda.

Ave, Ave ó Senhora da Berlinda
Ave Maria este é meu grito de fé
Ave,Ave, Deus te fez a flor mais linda
Ave, Ave Maria, Senhora de Nazaré.

A tua corda, me enlaça nesta hora
Me prende a Deus de corpo, alma e coração
Assim é doce ser escravo teu Senhora
Servindo a Deus em cada homem meu irmão.

UNIDOS SOMOS FORTES!

A DIREÇÃO DA AFBEPA

Texto: Gleici Correa

Assessoria de Imprensa

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

AFBEPA PEDE INFORMAÇÕES AO BANPARÁ ACERCA DO CÁLCULO DA PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS E RESULTADOS-PLR

A AFBEPA enviou hoje, 27 de setembro, um Ofício à Presidência do Banpará solicitando esclarecimentos acerca dos dados que foram utilizados para a realização do cálculo da PLR dos funcionários e como eles foram aplicados dentro do que estabelece a Convenção Coletiva de Trabalho e o Acordo Coletivo de Trabalho.

Esperamos que o Banco responda com brevidade o que foi pleiteado, para que as dúvidas dos trabalhadores a respeito deste assunto possam ser dirimidas.


Veja abaixo o ofício na íntegra.
UNIDOS SOMOS FORTES!

A DIREÇÃO DA AFBEPA

Texto: Gleici Correa

Assessoria de Imprensa

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

MINICURSO DE REDAÇÃO E GRAMÁTICA REALIZADO PELA AFBEPA TEM BOA AVALIAÇÃO DOS ASSOCIADOS


A AFBEPA realizou, no período de 18 a 21 de setembro, no Ed. Síntese Plaza, um minicurso de Redação e Gramática voltado aos seus associados e associadas.


A professora Raissa Maciel ministrou aulas (teóricas e práticas) com duas horas e meia de duração, durante quatro dias. Os temas abordados foram Predicação verbal, Colocação pronominal, Crase, Texto dissertativo e Operadores argumentativos.


O objetivo do minicurso era, por meio dos conhecimentos repassados, ajudar os bancários tanto em sua vida profissional, como em concursos internos do Banco, quanto em sua vida pessoal, como nas atividades do cotidiano.


Nos quatro dias de minicurso, os participantes puderam revisar os aprendizados sobre a língua portuguesa, por meio de aulas explicativas, resoluções de exercícios, produção de texto etc. A troca de conhecimento foi maravilhosa. No último dia, a turma pôde avaliar o curso por meio de fichas impressas, em que expressaram suas opiniões, além de darem sugestões de outros cursos que AFBEPA poderia realizar, como, por exemplo, um que aborde as principais funções do Microsoft Word e Microsoft Excel. Essas opiniões são muito importantes para que possamos sempre melhorar os cursos que AFBEPA pode realizar ao longo do ano.


Todos os integrantes da turma receberam um certificado, com carga horária de 10 horas, comprovando sua participação e conclusão do minicurso. Ao nosso ver, o aproveitamento do curso foi ótimo, os participantes sugeriram que seja feito um segundo módulo, para abranger mais temas da Gramática.


Como neste ano não haverá Campanha Salarial, a AFBEPA decidiu promover cursos, que desenvolvam os conhecimentos dos nossos associados e associadas em várias áreas de conhecimento.


O Curso de Redação e Gramática foi o primeiro a ser realizado, mas já estamos planejando um de CPA 10 no mês de outubro e um de Matemática Financeira com HP12C no mês de novembro. Contamos com o apoio e a participação de todos os colegas associados.

UNIDOS SOMOS FORTES!

A DIREÇÃO DA AFBEPA

Texto: Gleici Correa

Assessoria de Imprensa

ASSEMBLEIA APROVA AJUIZAMENTO DE AÇÕES COLETIVAS TRABALHISTAS


Em assembleia realizada na noite de terça, 19 de setembro, foram deliberadas e aprovadas, por unanimidade, as seguintes matérias: Reajuizamento de Ação; Ajuizamento de Ação rescisória; Habilitação em processos.


Além disso, a Assessoria Jurídica da AFBEPA prestou esclarecimentos sobre as Ações Trabalhistas Coletivas em trâmite, a fim de sanar as dúvidas dos associados.


Um panorama geral, com mais informações sobre as Ações Coletivas da AFBEPA, em andamento, será divulgado na próxima edição do Jornal Ação e Coragem que deve sair em outubro.

UNIDOS SOMOS FORTES!

A DIREÇÃO DA AFBEPA

Texto: Gleici Correa

Assessoria de Imprensa

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

SEM CAMPANHA SALARIAL ESSE ANO, RELEMBRE OS PRINCIPAIS PONTOS DO ACT E DA CCT 2016/2018

Com o Acordo Coletivo de Trabalho-ACT 2016/2018, assinado em 2016, esse ano não teremos Campanha Salarial. É importante relembrar o que está previsto e quais são os nossos direitos vigentes até o término deste Acordo, ou seja, 31 de agosto de 2018.

Pensando nisso e levando em conta as dúvidas e questionamentos que chegam até a AFBEPA por meio dos associados, este texto se propõem a relembrar os principais pontos disciplinados  na ACT, CCT e acordo aditivo da PLR 2016/2018.

Acordo Coletivo de Trabalho – ACT 2016/2018

SALÁRIOS, ANUÊNIO E GRATIFICAÇÃO DE FUNÇÃO
O Parágrafo segundo, da Cláusula 5ª do ACT 2016/2018 diz que, o Banpará irá reajustar os salários praticados até 31 de agosto de 2017 nos pisos das tabelas e níveis do Plano de Cargos e Salários-PCS (fundamental, médio e superior), inclusive com reflexo em toda a tabela do referido Plano, bem como nas demais verbas fixas de natureza salarial (salário, anuênio e gratificação de função), pelo INPC/IBGE, referente ao período de setembro/2016 a agosto/2017, acrescido de aumento real de 1% (um por cento).

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) ficou em 1,73%, mais 1% (um por cento de ganho real), segundo a CONTRAF e o reajuste da categoria será redondo de 2,75%.

AUXÍLIO REFEIÇÃO
O parágrafo 1º da cláusula 6ª do ACT 2016/2018 diz que, o valor do Auxílio refeição que é de R$39,68 (trinta e nove reais e sessenta e oito centavos) a partir de 1º de setembro de 2017 será reajustado pelo INPC/IBGE, referente ao período de setembro/2016 a agosto/2017, acrescido de aumento real de 1% (um por cento).

Segundo a CONTRAF reajuste da categoria será redondo de 2,75%.


ABONO ATIVIDADE FÍSICA
O parágrafo 1º da cláusula 16ª do ACT 2016/2018 diz que, o valor concedido em forma de regulamentação interna que é de R$118,80 (cento e dezoito reais e oitenta centavos) a partir de 1º de setembro de 2017 será reajustado pelo INPC/IBGE, referente ao período de setembro/2016 a agosto/2017, acrescido de aumento real de 1% (um por cento).

Segundo a CONTRAF reajuste da categoria será redondo de 2,75%.

AUXÍLIO CESTA ALIMENTAÇÃO
O parágrafo único da cláusula 7ª do ACT 2016/2018 diz que, o valor do Auxílio Cesta Alimentação que é de R$643,52 (seiscentos e quarenta e três reais e cinquenta e dois centavos) a partir de 1º de setembro de 2017 será reajustado pelo INPC/IBGE, referente ao período de setembro/2016 a agosto/2017, acrescido de aumento real de 1% (um por cento).

Segundo a CONTRAF reajuste da categoria será redondo de 2,75%.

AUXÍLIO CRECHE/AUXÍLIO BABÁ
O parágrafo primeiro da cláusula 9ª do ACT 2016/2018 diz que o valor que Banpará irá reembolsar para os empregados que é de até R$ 388,78 (trezentos e oitenta e oito reais e setenta e oito centavos) por filho, com idade de até 83 meses, a partir de 1º de setembro de 2017 será reajustado pelo INPC/IBGE, referente ao período de setembro/2016 a agosto/2017, acrescido de aumento real de 1% (um por cento).

Segundo a CONTRAF reajuste da categoria será redondo de 2,75%.

LICENÇA PRÊMIO
De acordo com a Cláusula 21ª do ACT 2016/2018, o Banpará compromete-se a manter a Licença-prêmio de 45 (quarenta e cinco) dias, após cada quinquênio de efetivo exercício no Banco, observados os regramentos pactuados e regulamentados.

VALE-CULTURA
A respeito do Vale cultura de que dispõe a Cláusula 12ª do ACT 2016/2018, a SUARP nos informou que o benefício encontra-se suspenso, aguardando que a lei que o regulamentará seja aprovada pelo Governo Federal. Também informaram que o setor jurídico do Banco está acompanhando o assunto, mas que não há previsão para que o Vale Cultura seja regulamentado.

Convenção Coletiva de Trabalho - CCT 2016/2018

ADICIONAL DE HORAS EXTRAS
A cláusula 8ª da CCT 2016/2018 fala do Adicional de Horas Extras, nela diz que, as horas extraordinárias serão pagas com o adicional de 50%. O parágrafo primeiro diz que quando prestadas durante toda a semana anterior, também deverá ser pago o valor correspondente ao Repouso Semanal Remunerado, inclusive sábados e feriados.

Sobre o cálculo do valor da hora extra, o parágrafo segundo diz que, deverá ser feito tomando-se por base o somatório de todas as verbas salariais fixas...

INSALUBRIDADE/PERICULOSIDADE
A cláusula 10ª da CCT 2016/2018 diz que, quando houver laudo pericial acusando existência de insalubridade ou periculosidade em postos de serviços bancários localizados em empresas, será concedido aos bancários neles lotados o adicional previsto na legislação vigente.

GRATIFICAÇÃO DE FUNÇÃO
A cláusula 11ª da CCT 2016/2018 diz que, o valor da Gratificação de Função, de que trata o §2º do artigo 224 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, não será inferior a 55% (cinquenta e cinco por cento), sempre incidente sobre o salário do cargo efetivo acrescido do adicional por tempo de serviço, já reajustados nos termos da cláusula 1ª da CCT.

ABONO DE FALTA DO ESTUDANTE
Diz a cláusula 22 da CCT 2016/2018 que o empregado estudante terá abonada a falta ao serviço e considerada como dia de trabalho, para todos os efeitos legais, nas seguintes condições:

Nos dias em que estiver comprovadamente realizando provas para ingresso em estabelecimento de ensino superior...;

Nos dias de prova escolar obrigatória, mediante aviso prévio de 48(quarenta e oito) horas, desde que comprovada sua realização em dia e hora incompatíveis com a presença do empregado no serviço.

DOS AFASTAMENTOS POR DOENÇA SUPERIOR A 15 DIAS
A cláusula 47 da CCT 2016/2018 fala sobre os afastamentos por doença superior a 15 dias, segundo ela, o empregado, que por motivo de doença, afastar-se do trabalho por período superior a 15 (quinze) dias consecutivos, deverá até o 16º(décimo sexto) dia do afastamento, apresentar ao Banco, mediante protocolo de entrega, o atestado médico que comprove a sua incapacidade laborativa.

O empregado deve observar a legislação específica do Banpará, no que atine a essa questão, uma vez que o atestado médico tem que ser entregue na GESAT até o 5º(quinto) dia do afastamento por doença.

ABONO ÚNICO
Sobre o Abono único de que fala a Cláusula 59 da CCT 2016/2018, pago em 2016, não existe na CCT nem no ACT nada que regulamente ou que disponha que o Banco deva pagar o Abono em 2017.

QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL/CERTIFICAÇÃO AOS EMPREGADOS ATIVOS
Segundo a cláusula 63 da CCT 2016/2018, na hipótese do Banco exigir do empregado a certificação para comercialização de produtos de investimento, CPA 10 ou CPA 20, reembolsará ao empregado o valor da inscrição na prova de certificação, desde que ele tenha obtido aprovação no exame respectivo.

Convenção Coletiva de Trabalho sobre Participação dos Empregados nos Lucros ou Resultados dos Bancos-CCT PLR 2016/2017

A Cláusula 4ª da CCT PLR 2016/2017 diz que a Participação nos Lucros e Resultados-PLR deverá ser paga até o dia 30/09/2017, ela será reajustada pelo INPC/IBGE, referente ao período de setembro/2016 a agosto/2017, acrescido de aumento real de 1% (um por cento).

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) ficou em 1,73%, mais 1% (um por cento de ganho real), segundo a CONTRAF e o reajuste da categoria será redondo de 2,75%.

A SUARP nos informou que a PLR será paga na folha de setembro.

A nossa Luta continua, vamos ficar atentos e garantir que esse direitos contidos no ACT 2016/2018 e na CCT 2016/2018 sejam respeitados.

UNIDOS SOMOS FORTES!

A DIREÇÃO DA AFBEPA

Texto: Gleici Correa

Assessoria de Imprensa